Entretenimento
menino-iogue-2
Entrevista com Antônio Tigre do musical “O Menino Iogue”

“As Aventuras do Menino Iogue” apresenta de forma lúdica e divertida personagens pouco conhecidos das crianças brasileiras como, por exemplo, Ganesha (O Deus da Prosperidade, caracterizado por ter uma cabeça de elefante e corpo de gente), Hanuman ( O Deus Macaco), Parvati (a suprema Mãe Divina), Shiva (O Deus dançarino cósmico), Sarasvati (a Deusa da Música e do Conhecimento), numa atmosfera oriental mágica e musical que encanta crianças e adultos.

O peça conta a história de Shridhara, um jovem príncipe indiano que, entediado com a vida no palácio recebe o chamado de um homem mágico e segue viagem rumo a montanha sagrada dos Himalaias passando por vários desafios até descobrir o grande segredo do universo.

O menino Iogue, um boneco do tamanho de uma criança, é muito carismático e divide o palco com 8 ótimos atores/músicos que se revezam entre os personagens e instrumentos como sitar, harmonium, tampura, flauta, guitarra, zabumba e acordeon.

O MãeGeek esteve na apresentação do último final de semana e conversou com Antônio Tigre, professor de ioga há 11 anos, que é o próprio Menino Iogue. Confira nosso bate-papo e não deixe de levar seus filhos ao espetáculo, em cartaz no Teatro Tom Jobim (Jardim Botânico, RJ) até o dia 16 de agosto, aos sábado e domingos. Ommmmmm :)

image-1

MãeGeek –  O musical infantil “As Aventuras do Menino Iogue” é uma fábula da mitologia hindu que surgiu de um sonho seu. Fale-nos um pouco de como esse sonho se tornou um livro e um espetáculo teatral.
Antônio Tigre – Quando acordei fiquei pensando neste menino aventureiro que era um iogue, sempre li estórias de gurus e mestres e seus poderes iogues e isto sempre me encantou. Aos 18 anos em uma viagem para NY visitei um centro de meditação e conheci minha mestra espiritual, senti uma felicidade que nunca tinha sentido antes. A grande questão para mim sempre foi como ser um iogue na sociedade moderna, buscar esta felicidade interior sem precisar abandonar o mundo. Então lembrei das piadas e gargalhadas de minha mestra e  coloquei uma boa pitada de humor para tirar o peso do estigma que o rigor das praticas espirituais carregam. Ao longo de cinco anos fui aperfeiçoando a historia mostrando para os amigos e lapidando para se transformar no meu primeiro filho literário e este espetáculo teatral.

MãeGeek –  Como funciona o método “Ioga e Jogos Teatrais” desenvolvido por você que está presente no espetáculo?
Antônio Tigre – Este método comecei a desenvolver enquanto cursava a universidade de licenciatura em artes cênicas na Uni-rio. Estudei uma matéria chamada o jogo teatral, amei! Então comecei a mesclar os jogos com as posturas e brincadeiras que as crianças propunham durante as aulas de ioga infantil. Fui catalogando diversos jogos que surgiram durante as aulas e desenvolvendo o método durante onze anos de trabalho com crianças.

MãeGeek –  Como surgiu a ideia de personificar o menino iogue num boneco do tamanho de uma criança?
Antônio Tigre – Esta ideia veio dos Diretores Arlindo Lopes e Juliana Terra que se inspiraram na ideia inicial do ilustrador do livro que deu origem ao espetáculo, Gustavo Peres. Ao invés de desenhar, ele apareceu com um boneco feito com esqueleto de arame, carne de algodão, pele de pano e o cérebro feito com pedaços de papel com o texto escrito.

MãeGeek –  O Mãe Geek agradece a entrevista e deseja muito sucesso com o espetáculo!
Antônio Tigre – Gostaria de convidar todos os leitores para embarcarem nesta jornada musical rumo ao pico himalaias junto com o Menino Iogue. Estamos no teatro Tom Jobim dentro do parque Jardim Botânico aos sábados e domingos as 16h e 18h, ingressos na bilheteira do teatro ou pelo ingresso.com. Muita luz e amor!

meninogrande IMG_5698

 

A carioca Bianca Jhordão é apresentadora, repórter e vocalista / guitarrista de uma das mais celebradas bandas do cenário underground brasileiro, o Leela. Na televisão, Bianca apresentou programas nos canais Nickelodeon, PlayTV, Canal Brasil e Canal Sony. Também é DJ e mãe do Theo, de 5 anos.